Anticoagulantes

Hoje iremos falar sobre os Anticoagulantes, fundamentais para a prevenção de muitas doenças cardio e cerebrovasculares.

 
O que são os anticoagulantes?
Os anticoagulantes são as medicações usadas para prevenir a formação de trombos sanguíneos. O sangue fora das veias sofre um processo chamado de coagulação, no qual aglomera os elementos sólidos para impedir o vazamento do mesmo. Tal processo é importante para estancar sangramentos. Porém, em algumas situações, ocorre o processo de formação de trombos dentro dos vasos sanguíneos o que acarreta inúmeras doenças graves. Os anticoagulantes, que previnem a formação de trombos sanguíneos, são usados pelas vias de administração oral e subcutânea.

 
Causas:
A trombose pode ser definida como uma coagulação do sangue no interior dos vasos sanguíneos. Nesse processo ocorre a formação de trombos, também chamados de coágulos, que podem estar localizados em qualquer parte do nosso corpo. Caso um
trombo venha a bloquear o sangue que vai para o coração, pulmões ou cérebro, podem ocorrer doenças sérias como acidente vascular cerebral (AVC), embolia pulmonar, infartos, obstrução de vasos importantes das pernas, levando até a morte
do paciente.
O surgimento de uma trombose pode estar relacionado com alterações da parede vascular, do fluxo sanguíneo ou então dos constituintes do sangue. Dentre os principaisfatores de risco,podemos destacar a idade do paciente, seu histórico familiar, doenças ortopédicas, arritmias cardíacas, obesidade, tabagismo, anticoncepcionais, cirurgias longas entre outros…

 
Tipos de anticoagulantes:
Os anticoagulantes podem ser divididos de acordo com a via do seu uso e a sua forma de ação. Eles podem ser:
Injetáveis, como Heparinas: são injetadas diretamente na veia ou na região sob a pele, e são mais usadas em situações de emergência, no hospital, como em casos de trombose venosa profunda, embolia pulmonar ou infarto do miocárdio. A Heparina pode ser usada em gestantes que tiveram trombose, pois não interferem na formação do bebê;
Orais, como Warfarina e Cumadin, disponíveis na rede pública amplamente conhecidos e os novos anticoagulantes dentre os principais: Rivaroxabana, Apixabana, Dabigatrana. São comprimidos usados em casa, diariamente, para evitar a formação de coágulos ou para dissolver coágulos que estão impedindo a circulação sanguínea.
A escolha do melhor tipo de anticoagulante e sua dose deve ser feita em conjunto com você e seu cardiologista, dependendo da gravidade do problema, histórico de doenças e da resposta do organismo de cada pessoa.

 
Cuidados durante o tratamento:
Durante o tratamento com anticoagulantes é importante:

Relatar ao médico sempre que houver mudanças na dieta ou no uso de medicamentos para não desregular a ação do anticoagulante;
Nunca misturar dois tipos de anticoagulantes, exceto em casos de indicação médica;
Observar sinais de sangramento, como excesso de manchas na pele, sangramento de gengivas, sangue na urina ou nas fezes e, em caso de presença de algum deles, procurar um médico.
Alguns alimentos ricos em vitamina K reduzem a ação de certos anticoagulantes, como a Varfarina, devendo-se ter cuidados no seu consumo.

 
Conclusão:

Os anticoagulantes são medicações, que quando bem indicadas, importantes aliadas na saúde do paciente, portanto há a necessidade de um acompanhamento contínuo com seu cardiologista, pois, ao mesmo tempo, que previne diversas doenças, há a chance, em maior ou menor grau, dependendo da medicação de, desenvolver certos tipos de sangramentos.

 
Gostou do assunto?
Deixe seus comentários e dúvidas!
Até breve!

Dra. Danielle Salaorni

Category: Product #: Regular price:$ (Sale ends ) Available from: Condition: Good ! Order now!
Reviewed by on. Rating:

Autor: Revista Mais

Compartilhar